Exibimos propagandas pois acreditamos que todo aquele que produz conteúdo e compartilha conhecimento merece uma fatia da enorme riqueza gerada pela internet.

If You Want Blood - AC DC

Esses clássicos vivo não soam muito bem aqui em casa. Tenho quase certeza que essa versão brasileira de 1979 tem algum defeito de prensagem. Em muitos momentos o lado esquerdo fica com o som muito apagado. Alguém com um exemplar do mesmo lote pode confirmar?




New York, New York

Esse mês tive a oportunidade de passar 5 dias em Nova York. Obviamente pesquisei sobre lojas de discos na cidade para passar em algumas delas. A correria foi grande, então não consegui fazer a peregrinação desejada, mas consegui conhecer alguns lugares legais. Vamos a eles. 

Primeiro a Generation Records. Focada em rock, tem uma quantidade grande de discos novos e muito maior ainda de usados. Tinha também umas caixas de jazz com ótimo preços. Achei o Prelude do Deodato por apenas 5 dólares, mas não comprei pois o vinil estava muito judiado. 









Aqui alguns toca discos a venda na absurda loja B&H. É um lugar que faz tremer quem gosta de tecnologia. 


As tentadoras prateleiras da livraria Barnes & Nobles tem uma boa variedade de discos. 



Cervejaria bem na frente da Westsider Records. 


Ok, isso não é uma loja de discos. Mas é solo sagrado, o local onde foram gravados alguns dos melhores da história. 



O único vendedor de rua que achei nas caminhadas. Muitos títulos bons, mas preço salgado e uma conservação duvidosa. 


Um cantinho vinílico dentro de uma loja enorme de outro tipo de coisa, que nem lembro o que era. 😅

E, finalmente, a Westsider Records. Lugar que daria para passar dias buscando preciosidades. Acabei saindo de lá apenas com um lançamento de 2018 do Jimi Hendrix. 



Lojas de discos em Porto Alegre

Esses dias fui rapidamente para Porto Alegre. Mas mesmo sendo uma estada de apenas poucas horas consegui um tempo para ir caminhando até algumas lojas de disco que eu havia mapeado, a "Stoned" e a "Boca do Disco". Mas para minha tristeza nenhuma das duas estava aberta. A primeira tinha mudado de endereço e a segunda, que deveria abrir as 10:00, ainda estava fechada uns 15 minutos depois desse horário. Resultado, ir embora de mãos abanando... Deu só para ver uns discos de futebol a venda numa feira de antiguidades do mercado público, onde também haviam outros itens bem legais.




Amantes de Verão (Trilha Sonora)

A trilha sonora do filme "Amantes de Verão" não é daquelas que tem músicas especialmente feitas para o filme, mas uma coletânea que traz alguns nomes carimbados dos anos 80. Tem Tina Turner, Elton John, Depeche Mode, Chicago e mais uns não tão conhecidos, como Nona Hendryx, Basil Poledouris e Heaven 17. Quem?

A eterna sereia Daryl Hannah faz parte do elenco. A inestimável wikipedia nos conta um pouco da história: "Casal de namorados americanos Michael e Cathy vão para a Grécia passar o verão na Ilha de Santorini onde, apesar de seu amor por Cathy, ele se sente tremendamente atraído por Lina (Valerie Quennessen), uma misteriosa arqueóloga francesa. A beleza exótica de Lina fascina Michael, e ele se vê entre a mulher que ele ama...e a mulher que ele deseja. Mas quando ele revela seu conflito a Cathy, ela surpreende a ambos indo confrontar Lina. O que surgirá desse confronto tornará este o verão mais delirante e instigante de suas vidas."

Pela levada animadas das músicas e pelas fotos fácil é perceber que o personagem do rapaz se deu bem. Constatação confirmada: "In a very tense scene one evening, Cathy encourages Michael to kiss Lina. He gives Lina a light peck, but Cathy says it isn't convincing. He gradually turns up the heat while watching Cathy intently for her reaction. He then kisses Cathy, checking to see how this makes Lina feel. The three end up spending the night together. Lina moves in with them, and they continue enjoying the island paradise as a threesome."

Sapecões...


Bartok - The Miraculous Mandarin, The Wooden Prince

As duas peças executadas neste disco são atos de ballet compostos por Bèla Bartok, compositor húngaro, que viveu entre 1884 e 1949. Ele é "considerado um dos maiores compositores do século XX. Foi um dos fundadores da etnomusicologia e do estudo da antropologia e etnografia da música. Juntamente com seu amigo, o compositor Zoltán Kodály, percorreu cidades do interior da Hungria e Romênia, onde recolheu e anotou um grande número de canções de origem popular."

As peças deste disco, fabricado dos EUA e lançado em 1968, mesclam partes frenéticas, com uma orquestra a toda velocidade, e momentos de tranquilidade, onde o volume é muito sutil. O condutor foi Rolf Reinhardt. Confira mais sobre as composições The Miraculous Mandarin e The Wooden Prince na wikipedia.

Break Every Rule - Tina Turner

Os primeiros discos da Tina Turner são pérolas do soul. Quer ver quando ela decide dividir os vocais com seu ex marido. Aí mesmo a coisa pega. Infelizmente não tenho por aqui nenhum vinil desta época. Tenho que me contentar com o lançamento mais pop de 1986, que contou com a ajuda do Mark Knopfler. Aliás, é de autoria do próprio vocalista do Dire Strais a melhor música do disco, Overnight Sensation. Na minha opinião, pois a música que realmente bombou foi Typical Male. 

A wikipedia nos conta que "Em 1988 seu nome entrou para o Guiness Book, o livro dos recordes, como o maior show já feito por uma cantora solo. A artista reuniu 188 mil pessoas no Maracanã, no Rio de Janeiro para ver sua apresentação. O show foi transmitido para todo o mundo. Nesta época estava fazendo a turnê "Break Every Rule"."

De qualquer forma, suas incursões oitentistas, naquele conhecido formato comercial, não é o que mais me agrada. Mas sempre vale a pena ouvir uma voz tão poderosa como a de Anna Mae Bullock (Nutbush, 26 de novembro de 1939).





Pattie Brooks and the Simon Orchestra

Pattie Brooks and the Simon Orchestra fizeram um bom trabalho em Love Shook. O batidão come direto. É pra dançar mesmo. A música que intitula o disco é ponto alto, que mostra bem o poder melódico da moça. Um dos músicos brasileiros mais requisitados nos estúdios de Los Angeles está nesse disco, o senhor Paulinho da Costa. Aliás, a quantidade e músicos e instrumentos usados na gravação é impressionante. Parece que atualmente os artistas desse mesmo estilo só usam computadores. Lançado em 1977, edição nacional, disco e capa em estado perfeito. 







Ah, a música clássica...

A música clássica demora um pouco para chegar nas minhas agulhas, mas quando chega é pra valer. 

Primeiro esse imponente box lançado em 1959 nos Estados Unidos. São 7 discos, caixa e  encarte em homenagem a Beethoven. Quem comanda o negócio é o alemão Walter Goehr & Frankfurt Opera Orchestra. Não poderia ser mais completo: The Nine Symphonies.

A seguir assume o condutor Roland Regney, com uma composição de Nikolai Rimsky-Korsakov. O número é Scheherazade, baseada no livro Mil e Uma Noites. Também importado dos EUA, infelizmente não possui o ano de lançamento.

Herbert Von Karajan, austríaco que passou 27 anos de sua vida à frente da Orquestra Filarmônica de Berlim, manda Concerto Para Orquestra de Bartók. Edição nacional de 1974.

O italiano Domenico Savino e a Orquestra de Roma assumem com a peça La Boheme, que conta uma história que se passa em Paris, por volta de 1830.

Sobre a pujança da Southwest German Radio já fiz outra postagem: Bartok - The Miraculous Mandarin / The Woden Price





Sammy Kaye

Uma dobradinha valiosa do senhor Sammy Kaye. O disco da esquerda é mais moderno e alegre. Como indica José Cláudio Galizia na contracapa: "À Glória do Amor, é um disco repleto de momentos agradáveis, traduzidos por um grupo orquestral diretamente ligado à divulgação de um repertório internacional dos mais felizes". Acertou em cheio. A orquestra esbanja irreverência em diversos instrumentos. Tem até banjo, incomum nessas circunstâncias. 
No lado direito o negócio é muito mais comportado, tal como em um casamento ou baile de formatura. Aliás, As Mais Belas Valsas para Dançar é um perfeito álbum para essas ocasiões. As famosas e clássicas valsas do mundo estão ali em linda roupagem, chamando para a pista de dança, como deve ser. 

Dream Dancing Medley - Ray Anthony

Lindo disco! São 30 músicas emendadas em um clima absolutamente romântico, capaz de derreter o coração do mais bruto dos seres. Vontade de encontrar outros álbuns do senhor Ray Anthony por aí.


Radio Broadcast

Discos do final dos anos 70 com estórias do Tarzan, Sherlock Holmes e The Shadow. Bem legal para treinar um pouco o inglês.